• Mandato Agroecológico

Turismo da gente, para a gente


A cidade não é feita só de praias e o nosso turismo também não precisa ser restrito ao verão. Temos muita riqueza para compartilhar e há um ambiente favorável para isso. As pessoas têm buscado mais do que sol e mar. Desejam ter experiências autênticas em que possam conhecer a cultura e a comunidade do local que estão visitando.


Conscientes dessa tendência, estamos construindo propostas legislativas para impulsionar o turismo de base comunitária, o agroturismo e o turismo gastronômico, valorizando a pesca artesanal; a maricultura; os alambiques; as cervejarias artesanais; a história dos engenhos; dos sítios sagrados e arqueológicos e a tradição das rendeiras e benzedeiras.


Propomos também, ações para ampliar o ecoturismo e o turismo de aventura, que carecem da concessão de trilhas em Unidades de Conservação e de uma melhor sinalização em todas as rotas do município. A oferta de capacitação para a formação de condutores de turismo, melhoraria o acolhimento aos visitantes e seria mais uma alternativa de inserção no mercado de trabalho para os jovens.


Floripa tem ainda um grande potencial de expansão do turismo voltado à prática de esportes, como o vôo livre; o sandboard; a canoagem; o stand up; a vela e o ciclismo. Você sabia que o Vale Europeu, de Santa Catarina, é o principal circuito de cicloturismo do Brasil e que é na capital que muitos dos turistas interessados nesse roteiro desembarcam?


Conhecia todas as alternativas de turismo que podem ser melhor exploradas por aqui? Então, imagina o quanto podemos dinamizar a economia local dando suporte para o desenvolvimento e ampliando a visibilidade das diferentes possibilidades de experiência que temos a oferecer.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo