• Mandato Agroecológico

Dia do ciclista: por cidades mais humanas


O dia 19 de agosto é uma data para reflexão. Nesse dia, em 2006, o biólogo Pedro Davison, de 25 anos, foi atropelado e morto por um motorista embriagado enquanto andava de bicicleta em Brasília. O dia do ciclista foi escolhido em sua homenagem, para lembrar o que não é um caso isolado: no Brasil andar de bicicleta é, ainda, um ato perigoso.

A pesquisa Perfil do Ciclista, realizada em 2018, revela que, para os ciclistas brasileiros, os maiores desafios para o uso da bicicleta são a falta de infraestrutura dedicada e a segurança no trânsito. Há pouco incentivo para as bicicletas em meio ao caos urbano que apenas piora a cada novo automóvel colocado nas ruas. Por isso, o dia do ciclista marca, sobretudo, a luta contra a violência no trânsito.


A infraestrutura de nossas cidades é construída tendo em mente o uso de automóveis. Essas máquinas tomam grande parte do espaço urbano, liberam gases de efeito estufa na atmosfera e afastam da cidade as pessoas que a ocupam. Não há, em muitas partes, a infraestrutura necessária para outros meios de transporte - alternativas mais sustentáveis, como a bicicleta.


Realidade incontestável hoje, a crise climática exige que repensemos o modo como construímos os espaços urbanos. Exige meios de transporte sustentáveis e cidades mais amigáveis ao ser humano. A saída para os problemas de mobilidade urbana não se dá abrindo mais faixas para automóveis nas pistas, mas sim pelo investimento em infraestrutura para outros meios de transporte.


Andar de bicicleta é mais do que uma alternativa de deslocamento. É mostrar a possibilidade de uma mobilidade sustentável e amigável ao ser humano, que promova a conexão com a natureza e com o espaço urbano. É integrar as pessoas ao espaço que elas habitam e favorecer o lazer e a atividade física. Andar de bicicleta é um ato de resistência e o primeiro passo para um futuro melhor.


A bicicleta é um meio de transporte limpo, saudável e sustentável. Nós, do Mandato Agroecológico, lutamos por uma mobilidade urbana segura e amigável para os ciclistas e medidas que incentivem a adesão desse meio de transporte. Seguimos na construção e na luta por uma cidade pensada para as pessoas.

Para cuidar do planeta, promover a saúde, respirar ar limpo e ainda, economizar, vá de bike! Viva os ciclistas!


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo